Pesquise No Blog

Loading

quinta-feira, 20 de março de 2014

Europa: um continente em constante mutação?

Como não poderia deixar de ser, o assunto desta semana ainda nos remete a questão da anexação da Crimeia à Rússia e as implicações disso perante a Ucrânia, até então detentora da região, e perante as outras nações do planeta. 

Os rumos desta questão e como isso aconteceu você pode conferir no post abaixo deste aqui... 

Meu raciocínio hoje caminha em outra vertente... 

Caso essa anexação se concretize mesmo, o continente europeu passará por mais uma modificação em suas divisões políticas. E, se nos remetermos ao passado, veremos que mais essa possível modificação entrará para uma lista já imensa e que atravessa os séculos no "velho continente"... 

Entre dissoluções de impérios e de "Estados modernos" como conhecemos hoje para o surgimento de diversos outros Estados, a Europa passou por diversas transformações nas divisões políticas de seus países. Não precisamos ir tão a fundo na História para vermos isso, basta voltarmos ao século passado e revivermos três eventos cruciais...

Se observarmos as duas grandes guerras, além da guerra fria, podemos notar como este continente passou por diversas modificações em termos de fronteiras ao longo dos anos... 

Impérios se dissolveram e novos Estados surgiram, alguns países perderam grande parte de seu território e outros até aumentaram de tamanho. 

Casos emblemáticos foram a dissolução do Império Turco-Otomano e do Império Austro-Húngaro durante a primeira guerra; as perdas territoriais da Alemanha durante as duas guerras e sua posterior divisão durante o período de guerra-fria, sendo reunificada tempos mais tarde;a criação e posterior dissolução da URSS; a formação de novos países de forma amigável, como a da Tchecoslováquia que deu origem a República Tcheca e a Eslováquia, e as nem tão amigáveis assim como a Iugoslávia que sozinha deu origem a Bósnia-Herzegovina, Croácia, Macedônia, Eslovênia, Sérvia e Montenegro; Até mesmo separações mais recentes como a de Kosovo... 

Fato é que ao longo do tempo o mapa da Europa foi desenhado e redesenhado através dos anos (ousaria até a dizer que foi o continente mais alterado do mundo em termos de demarcação de fronteiras) seja de forma conflituosa, seja de forma amigável. Contudo, por trás de toda essa mudança, sempre esteve praticamente o mesmo propósito: o sentimento nacionalista. 

Este sentimento que une uma nação em busca de uma terra só sua, em busca de "um país para chamar de seu". Há casos de nações que ainda tentam esse reconhecimento até hoje, casos dos bascos na Espanha, dos curdos da Turquia, etc.... 

Já no caso da Crimeia é quase um sentimento de "pertencimento", pois já que a população é de maioria russa na região, mesmo ela sendo uma área autônoma da Ucrânia, houve a vontade por parte destes cidadãos de se anexarem a Rússia. Vontade essa que explodiu depois que a população da Ucrânia foi às ruas protestar contra seu ex-presidente por ele ter decidido se aproximar da Rússia e, com isso, se afastar da União Europeia. As reações populares na Crimeia foram de apoio a decisão, do ex-presidente, mas como a mesma não ganhou eco por parte da população da Ucrânia, a população da Crimeia decidiu pela anexação à Rússia. 

Com os primeiros passos dados e Putin já tendo assinado o termo de anexação da Crimeia, resta saber como serão as reações do resto do mundo (leia-se EUA e UE) que, ao que tudo indica, será recheada de novas sanções contra a Rússia que dessa vez pode até ser que saiam do campo político e passem ao campo econômico... 

Os imbróglios deste possível novo desenho do mapa da Europa ainda estão por vir. Contudo, se o mesmo se confirmar, podemos colocar na conta deste mutante continente mais uma mudança em seus traçados políticos. O que chega a ser engraçado se pararmos para pensar que um dos continentes que mais passou por divisões e alterações com a dissolução de impérios e países para a criação de novos países, se não o que mais passou por isso, busca desde a criação da CECA, que acabou virando UE, uma forma de integrar países do continente para fortalecê-los. 

Para reforçar ainda mais essa questão colocada no post de hoje, abaixo há um vídeo que mostrará a vocês as modificações territoriais que ocorreram na Europa ao longo dos anos... Vocês verão que não foram poucas...  







Nenhum comentário:

Postar um comentário