Pesquise No Blog

Loading

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Oceanos terão mais plásticos do que peixes em 2050

Apesar da notícia acima ser digna daqueles programas sensacionalistas, é a mais pura verdade. 

Recentemente, no fórum mundial social em Davos, foi publicado um estudo onde se prova que, em peso, a quantidade de plástico será maior do que a de peixes nos oceanos. 

Isso prova o quanto a produção de plástico no mundo é feita de forma descontrolada. A produção de plástico precisa ser repensada e sua reutilização precisa ser cada vez mais incentivada. 

Há também a necessidade de se criar mecanismos que diminuam a dependência de plásticos, principalmente em supermercados. Aqui, utilizamos as sacolas retornáveis que são compradas nos próprios mercados e que podem ser reutilizadas diversas vezes, substituindo aquelas de uso único, as mais comuns encontradas nesses estabelecimentos atualmente. 

A reciclagem também deve ser repensada e ampliada para ganhar força e o plástico ganhar reutilizações maiores em substituição ao uso único que acontece na maior parte das vezes mundialmente. 

Enfim, diante deste dado alarmante, mais uma vez nos vemos diante da questão de repensarmos o modo como tratamos o nosso planeta e o que pretendemos deixar para as gerações futuras. 

Neste ponto, acredito que não queremos nossos descendentes se alimentando de plástico e nem nadando em um mar feito do mesmo material... 

Com informações do G1.com.br

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Um mar de lama não soterra a perversidade dessa gente...

Não basta você ter sido avisado diversas vezes antes do desastre ocorrer, que ele aconteceria. Não basta você ter deixado correr frouxo por achar que nunca iria acontecer ou simplesmente por não se importar mesmo. Não basta você causar o maior acidente ambiental da história do nosso país cujas perdas materiais são quase na ordem dos bilhões de reais e as perdas humanas incalculáveis. Não basta você simplesmente ignorar o sofrimento daqueles que sobreviveram a essa tragédia e perderam seus lares, empregos, familiares e etc... Você tem que chegar ao cúmulo da perversidade e humilhar o ser humano que já foi severamente castigado pelo prejuízo que você causou...

Esta semana, enquanto selecionava um assunto para discutir aqui no blog, me deparei com esta atrocidade aqui

Depois de ler, você, nobre leitor, deve estar tão indignado quanto eu que resolvi tornar esta a matéria da semana por achar inacreditável até aonde chega a perversidade humana. 

Como se isso não fosse a pior parte da matéria, ainda teremos que conviver com a certeza da impunidade que já parece ser até de conhecimento da empresa. 

Cada vez menos se houve falar desta tragédia, o valor das multas está descendo e a mineradora quer tentar um acordo com o Governo, que parece disposto a ouvi-la.

Não que as multas aplicadas irão devolver as vidas que se perderam ou recuperar 100% dos prejuízos materiais e ambientais causados pela empresa, mas ver os valores reduzidos a um preço irrisório (que é o que tudo indica, embora eu torça para estar errado) e atos de humilhação como os da notícia acima passarem desapercebidos, não dá!. 

Algo deve ser feito em relação a essa tragédia, os responsáveis devem ser severamente punidos e todos os danos reparados da melhor forma possível. Até porque neste mar de lama muita gente suja vai aproveitar para se esconder e esperar a calmaria, embora nenhum mar de lama conseguirá soterrar a perversidade dessa gente...

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

A Cabeça-D´água

Todos os anos, principalmente no verão, muitos turistas costumam buscar pelo litoral, mas nem todos. 

Alguns preferem as áreas montanhosas onde podemos encontrar cachoeiras abertas ao banho e a visitação. Contudo, estes locais escondem um fenômeno, por vezes silencioso, mas que pode ser mortal: a Cabeça D´água.

Geralmente elas ocorrem quando, na parte alta dos rios, o volume de água ultrapassa sua normalidade, o que normalmente ocorre em eventos de chuva, e esse volume acima do normal forma uma "onda" que carrega tudo o que vê pela frente. 

Para não ser pego de surpresa, alguns sinais podem ser notados sobre este fenômeno:

  • A presença de nuvens cinzas no alto das serras, pode ser um indicativo de chuva.
  • Um número excessivo de folhas descendo o rio, pode ser outro sinal. 
  • A coloração das águas também pode ser um indicativo. Costumeiramente a água de lugares assim é de coloração verde (podendo haver alterações de acordo com especificidades locais), mas se ela começar a ficar amarelada, também pode ser indicativo de chuva na parte alta dos rios.
  • Outro sinal que não deve ser ignorado é das pessoas que residem no local. Por conta de vivências das mesmas com o fenômeno, se você for alertado sobre o risco de uma possível cabeça d´água, o conselho deve ser seguido. 
  • Há também as defesas civis dos locais, que podem emitir alertas através de seus funcionários ou mesmo de sirenes. 

Nem toda cabeça d´água é igual, mas como forma ilustrativa da força deste fenômeno deixo aqui um vídeo de uma cabeça d´água registrada em Guapimirim-RJ.