Pesquise No Blog

Loading

segunda-feira, 16 de junho de 2014

#NãoDeveriaHaverVaia!

Como as notícias do momento não giram em torno de outra coisa, pelo menos por hora; o post de mais esta semana  também não poderia girar em cima de um assunto diferente... 

Antes de começar o post de hoje, queria dizer que não defendo Partido algum e que minha questão no post de hoje nem é essa, minha questão aqui trata-se de respeito ao semelhante. Uma das coisas que deveria nos distinguir dos demais animais diga-se de passagem...

Começo este post com a minha consternação ao ver a presidente do Brasil ser vaiada e xingada durante a abertura da Copa. O ato vergonhoso que teve início na área VIP do estádio de abertura seguidos de ofensas graves a presidente repercutiram negativamente, é claro, no mundo inteiro... 

Quer protestar? É um direito seu! Graças a Deus vivemos em uma democracia e todos temos direito à livre opinião. O problema é que essa livre opinião, é bom que se diga porque parece que se esqueceram disso, deve ser expressada de maneira respeitosa, sem agredir ou diminuir quem quer que seja. Afinal de contas muitos se esqueçam de que, primeiro, ela é um igual a nós e deve ser tratada como o respeito; segundo, ela é uma mulher e jamais se deve ofender uma mulher com aqueles dizeres ou com quaisquer outros (ainda mais quando se é a primeira mulher a presidir o país. Feito esse que raras outras conseguiram ao redor do mundo); terceiro, porque a FAMÍLIA dela estava presente no evento, assim como outras autoridades estavam (como você ia explicar aquilo pros seus filhos e netos, se fosse ela?); quarto, já mostrei aqui, em post anterior, que a Copa trará sim enormes benefícios ao país e que os gastos realizados com ela são ínfimos perto de outros gastos por parte do governo (segue aqui mais um exemplo); quinto, se a educação é uma porcaria, e a saúde vai mal, pára e pensa que quem responde pelo ensino básico em nosso país são as Prefeituras e os Governos Estaduais, estes últimos respondem até pelo ensino médio; e o mesmo vale majoritariamente para os hospitais públicos. Então, a culpa é da má gestão das esferas municipais e estaduais ou da esfera federal que faz apenas o repasse da verba?

A lista é longa e poderia se desdobrar em vários outros motivos, mas a questão se perderia em meio a tantos motivos que desmerecem um protesto que por si só já faz isso. A questão aqui é que há varias formas (corretas) de fazer o seu protesto. Uma delas, aliás, se faz no mês de outubro deste ano; onde temos o poder em nossas mãos para mudar o que está errado e buscar a via que bem entendermos para um país melhor. 

Se a mesma energia gasta para achincalhar e ofender a presidente fosse convertida em buscar conhecimento e informação para votar consciente e não em cima de modismos, com certeza teríamos uma forma de protesto bem mais eficaz, humana e civilizada do que a foi presenciada na abertura da Copa; isso se é que aquele retorno a Idade Média pode ser chamado de protesto... 

Um comentário: