Pesquise No Blog

Loading

domingo, 10 de abril de 2011

Um possível "efeito Fukushima" na Argentina

Pode até ser que eu esteja errado, mas depois do que ocorreu em Fukushima no Japão, referente a usina nuclear. Nossos hermanos andam preocupados. 
As vezes pode não ter ligação alguma, mas anda circulando um vídeo na internet onde atores argentinos denunciam e pedem o fim da mineração química na Argentina, especialmente na extração de plutônio e urânio. (Urânio... Plutônio...Radioatividade...nada a ver com Fukushima não acha ?)
No vídeo, que está abaixo, são mostrados os dados e o quanto esta atividade destrói o meio-ambiente, algumas cenas são fortes, mas são válidas para mostrar e denunciar o atentado violento a vida que é este tipo de exploração.
Associações à parte, a denúncia possui sim grande validade e deve ganhar projeção. Afinal de contas estamos falando de milhares, talvez milhões, de vidas que estão ameaçadas por conta desta atividade agressiva tanto a natureza quanto a nós seres humanos.

Está circulando na internet uma propaganda argentina contra a mineração química de autoria da ONG Consciência Solidária. Atores famosos no país falam sobre os riscos do atual modelo de mega exploração, principalmente de urânio e plutônio e as consequências de contaminação na água e na vida.
Além disso, ressaltam a poluição do ar pelas partículas tóxicas liberadas por explosivos utilizados para abrir enorme crateras de onde vão sair poucas gramas de ouro.
Ao final afirmam, “água e vida não se negocia”.





Extraído de cartacapital.com.br

Um comentário:

  1. A ganancia pode ser o preço de várias vidas perdidas ! Como é triste ver que sabem o mal que estão cometendo ao planeta e mesmo assim continuam fazendo.

    ResponderExcluir