Pesquise No Blog

Loading

domingo, 4 de dezembro de 2011

Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac)

Esta semana foi formalizada a criação do CELAC. O bloco visa uma maior integração entre os países da América Latina e do Caribe. 

Apesar do pouquíssimo tempo de vida a comunidade criada já enfrenta questões. 

A primeira delas diz respeito ao consenso dentro do próprio grupo, já que temos governos de direita e de esquerda fazendo parte do bloco e com ideias divergentes entre si. O que pode se mostrar um problema na hora de uma tomada de decisão conjunta por parte dos países membros como a comunidade se propõe a ser. 

A segunda questão diz respeito a uma substituição natural da OEA... Como já havia colocado em post anterior desde que a CELAC era apenas uma proposta, essa possibilidade já era cogitada. Mas isso não vem de agora, já vem desde o episódio da guerra das Malvinas, em que a OEA se mostrou omissa em relação à Argentina e depois se repetiu em 2010 com o golpe militar de Honduras. A Organização sofreu "esvaziamento" depois desses episódios e a tendência é que ela seja substituída pela CELAC aos poucos... 

Ainda há uma terceira questão... A liderança brasileira... Pela representatividade que possui e a notoriedade internacional, não é difícil de pensar no nosso país como líder natural da comunidade... Só vejo um possível problema nisso... Na primeira divergência que houver dentro do bloco e o Brasil tentar guiar para um direção, não duvido muito que nos acusem de práticas imperialistas dentro do bloco à lá EUA... O que de certa forma nós já fazemos, mesmo antes do CELAC. 

Em todo o caso, não acho que o grupo comece desacreditado. Pelo contrário, tem tudo para dar certo, basta contornar as barreiras que já se impõem ao grupo que o mesmo tem tudo para ser bastante promissor. 








Nenhum comentário:

Postar um comentário