Pesquise No Blog

Loading

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Entre praias e lixos...





A foto acima ficou famosa nos noticiários esportivos e outros e retrata bem o tema de hoje...

Pra você que não soube da história, trata-se de uma velejadora que achou uma televisão boiando em uma praia em Niterói e aproveitou para criticar o Governo por conta da qualidade da água no local (da Baía de Guanabara como um todo). Ainda mais em época de eventos esportivos mundiais a caminho... 

Você pode saber mais sobre o caso neste link

Antes de mais nada. Pela enésima vez, não sou contra os eventos. Minha militância aqui é por outra questão... 

Há anos, ou melhor décadas, se fala sobre a despoluição da Baía de Guanabara. Na década de 90 criou-se até o PDBG (Programa de despoluição da Baía de Guanabara) com objetivos bem óbvios pelo seu nome. Pois bem, o programa seria realizado por uma empresa japonesa que desistiu de realizar o mesmo quando percebeu todo o esquema feito ao redor do PDBG para que cada parte envolvida levasse o seu por aqui... 

Pois bem, tirando esse programa, não houve mais nenhum esforço significativo neste quesito, nem mesmo com o Rio de Janeiro sediando o PAN de 2007... Claro que algumas coisas avançaram como a redução de ligações clandestinas que lançavam esgotos sem tratamento direto na Baía de Guanabara e a preservação de áreas da Baía. 

Mas com um caso de repercussão desse voltamos a pensar que muito ainda precisa ser feito... 

Principalmente se pararmos pra pensar como o nosso país tem um certo complexo de adolescente pra certas coisas, digo no sentido de se importar com o que os outros pensam e não com o que ele próprio quer ou necessita... Pra ficar mais claro... 

Se dependesse do nosso governo despoluir a Baía pelo bem dos brasileiros, isso provavelmente seria deixado de lado, como o é. Agora se a despoluição da Baía é pra mostrar aos gringos que as provas das categorias voltadas para práticas aquáticas outdoor serão realizadas em águas límpidas, aí a despoluição da Baía seria feita no menor tempo possível, mas bem daquele jeitinho para enganar os gringos (ta aí o Engenhão que não me deixa mentir)...

Problemas que hoje são levantados pelo governo como a presença de traficantes que hoje utilizam partes da Baía para fazer carga e descarga de armas e drogas, a falta de verba para solucionar o problema do saneamento nas áreas de entorno da Baía e a necessidade de um programa de conscientização e educação ambiental que nunca sai do papel seriam facilmente resolvidos... Se você acha que não, pergunte-se de onde vieram os recursos para levantar estádios ao passo que a educação e a saúde públicas em nosso país vão ladeira abaixo... 

Me junto a velejadora em tom de protesto às autoridades, reivindicando não algo para melhora com fins "para inglês ver" mas sim para que melhorias que precisam acontecer urgentemente não dependam de um evento que esteja aos olhos do mundo. Que elas sejam feitas para melhorar o bem-estar dos brasileiros que aqui vivem... 

Esse complexo de adolescência precisa cessar e o que deve ser feito tem que ser feito porque é para o bem da nação e não para resguardar a nossa imagem lá fora... Até porque mesmo assim este último será alcançado, mas não deveria ser tratado como o mais importante... 


Com informações do Globoesporte.com.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário