Pesquise No Blog

Loading

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O $urreal.

Com a chegada dos eventos esportivos mundiais ao Brasil, especialmente no Rio de Janeiro, os preços praticados por determinados setores da prestação de serviços andam nas alturas. 

Já é possível encontrar preços abusivos em hotéis e nas praias cariocas, aliás, preços esses que podem se tornar ainda mais abusivos durante os eventos. 

Nas redes sociais crescem cada vez mais movimentos como o "boicote ao Rio" que incentiva as pessoas a não consumirem na rua, apelando assim para o bom e velho "trazer de casa". Já até foi criado uma "moeda" para simbolizar esses abusos: o $urreal (foto abaixo), cuja circulação anda sendo feita como forma de protesto.  

Aliás, ninguém melhor para figurar na nota do que o excêntrico Salvador Dali... 


Criada por Patrícia Kalil. Extraída do site cartacapital.com.br

Com isso, percebemos que os comerciantes não exploram o turismo, mas sim os turistas e cariocas que por sua vez se defendem da forma que podem e ainda procuram gastar seus suados reais... 

Mesmo que a Copa atraia aqueles que vem de fora, teoricamente aqueles que possuem muito dinheiro pra gastar, não se justifica a ganância refletida nos preços abusivos que já estão sendo praticados por conta dos eventos mencionados (parece até que eles vendem como se o mundo fosse acabar amanhã... Quem vê assim, pensa que somos vítimas de catástrofes como tsunamis e terremotos, convivendo diariamente com a incerteza do amanhã... O que mesmo assim não justifica); mesmo até havendo as épocas ditas de baixa e alta temporada, parece que estamos vivendo época de temporada na estratosfera com os preços praticados. 

Deixo aqui o meu protesto contra esse tipo de abuso que segrega ainda mais a população entre aqueles que possuem condições e aqueles que não possuem... Os eventos por si só, já mostraram que não são feitos para todos; não precisamos de uma alta estratosférica de preços para deixar isso ainda mais evidente... 

Abaixo ao $urreal! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário