Pesquise No Blog

Loading

sábado, 10 de abril de 2010

Luto

É em tom de profunda tristeza e luto que escrevo este post sobre as vítimas dos temporais no Estado do Rio de janeiro, principalmente no município de Niterói.

Causado pela passagem de uma frente fria pelo Estado associado a correntes de vento, as chuvas que ocorreram nestes últimos dias arrasaram locais, principalmente onde havia ocupação de forma desordenada, que entraram em colapso levando a completa paralisação de grande parte da cidade do Rio e Grande Rio.

Isso sem falar no morro do Bumba em Niterói que sofreu um deslizamento de terra que levou a morte de várias pessoas.
Particularmente acredito que esse trágico incidente tenha a ver mais com a ocupação desordenada feita pela população e as obras realizadas pela administração pública naquele local do que propriamente com a chuva que só acelerou um processo que fatalmente iria acontecer; pois quando um aterro sanitário é desativado sua área de construção sofre um processo primeiramente de "inchamento" - já que com o passar dos anos o gás metano produzido da composição do lixo causa certa expansão no interior do solo - e posterior processo de "esvaziamento" - já que com o tempo esse gás se dissipa e assim o solo torna a se acomodar de maneira a retornar ao seu estado anterior - o que tornaria assim impossível a realização de construções naquela localidade; já que devido ao processo anteriormente citado e uma série de outros fatores como a sujeição dessas pessoas a doenças respiratórias e de pele por suas exposições ao solo do aterro, o mesmo se mostra impróprio para habitação.

Não estou e também acho que nem é hora de encontrar culpados para tal tragédia, mas sim que agora é a hora de mostrarmos como brasileiros e, antes de tudo, como seres humanos a nossa solidariedade com aqueles que perderam praticamente tudo que levaram uma vida inteira para construir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário