Pesquise No Blog

Loading

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Hora de passar o bastão

Muito enfermo e já de avançada idade, Fidel Castro, já vem passando o bastão de Cuba tem um bom tempo. Os vários problemas de saúde acabaram por afastá-lo da ilha que governava desde a revolução cubana em 1959. Desde então seu irmão, Raúl Castro, assumiu a presidência da ilha, algo que foi visto por muitos como uma brecha para o fim do bloqueio econômico imposto pelos EUA à ilha (embargo este imposto pois os EUA jamais engoliram um país socialista dentro do "seu quintal"), mas que pelo andar da carruagem parece não se modificar.
O fato é que já estava na hora de Fidel passar o bastão e parece que o mesmo também percebeu isso.

HAVANA (Reuters) - O ex-presidente cubano Fidel Castro disse que 'não está em condições' de continuar ocupando a direção do Partido Comunista e delegou suas atribuições, informou a mídia oficial na quinta-feira, sugerindo que ele poderá renunciar a seu último posto de liderança.
Fidel, de 84 anos, renunciou em 2008 à Presidência por questões de saúde, mas se manteve no influente cargo de primeiro-secretário do governista Partido Comunista, o único legal em Cuba.
Durante um encontro na quarta-feira com estudantes, ele esclareceu, contudo, que não estava no local como chefe do Partido Comunista.
'Fiquei doente e fiz o que devia fazer: deleguei minhas atribuições. Não posso fazer algo que não estou em condições de me dedicar todo o tempo', disse Fidel, segundo o jornal oficial Granma.
O Partido Comunista fará em abril de 2011 um adiado congresso onde aprovará um plano de reformas econômicas impulsionadas por seu irmão e sucessor, o presidente Raúl Castro.

Extraído de msn.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário