Pesquise No Blog

Loading

domingo, 2 de agosto de 2009

Mais sangue despejado na África

Em um continente tão explorado e sofrido, onde as lutas e as guerras parecem intermináveis mais um episódio sanguinário se mostra neste continente. Desta vez na Nigéria, onde há um grupo que luta - na expressão mais pejorativa da palavra - para que a lei islâmica seja expandida na Nigéria. Enquanto isso pessoas morrem em um continente que tem sua história constantemente manchada por conflitos e guerrilhas, algo que eu espero que sinceramente mude...




MAIDUGURI, Nigéria (Reuters) - Mais de 700 pessoas foram mortas durante o levante de uma facção radical islâmica no norte da Nigéria, e a busca por corpos continua, informaram a Cruz Vermelha e autoridades da área de segurança no domingo.

As trocas de tiros duraram dias na semana passada, à medida que forças de segurança tentavam acabar com o levante de membros do Boko Haram, um movimento militante que quer que a sharia (lei islâmica) seja imposta de forma mais abrangente no país mais populoso da África.

A violência pipocou em vários Estados, mas Maiduguri, capital do Estado de Borno onde o líder da facção Mohammed Yusuf tinha sua base, presenciou as lutas mais duras.

"Pelas nossas contas, o número de vítimas é de 780 até agora... Uma equipe conjunta de operação está procurando corpos por toda a cidade", disse à Reuters Aliiyu Maikano, responsável por gestão de conflitos na Cruz Vermelha nigeriana.

Os problemas começaram no domingo passado no Estado de Bauchi, a cerca de 400 quilômetros de Maiduguri, quando membros do grupo foram detidos pela suspeita de conduzirem um ataque a uma estação policial.

Notícia publicada no site msn.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário