Pesquise No Blog

Loading

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Segurança ou prisão ?

Ontem, enquanto tomava café da manhã para ir a faculdade, assisti por acaso uma reportagem no programa "Mais Você"(a reportagem está no link abaixo) que falava sobre a construção de prédios que são verdadeiras cidades, onde se encontra de tudo: restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, etc.
Vendo aquela reportagem e observando como esse fenômeno, vendido como a construção do futuro, tem crescido no Brasil percebi que a questão dessas construções esconde problemáticas de proporções gigantescas: a questão da violência e da liberdade.
É público e notório que a violência no Brasil, principalmente em cidades como RJ e SP, tem atingido proporções alarmantes, levando as pessoas a terem medo de sair de suas casas, o que as levam a ficar confinadas em seus próprios domicílios. Olhando este fenômeno, o mercado imobiliário (que não perde uma) viu na construção dos condomínios fechados a "solução" para este problema, já para aqueles que não tem tanta condição assim a solução foi solicitar a prefeitura o fechamento da rua onde moram e a instalação de uma guarita para a sua segurança. Logicamente que, em ambos os casos, o poder público não fará objeções pois isso lhe permite se eximir de responsabilidade sobre a segurança do local, que passa a ficar por conta dos moradores.
Assim, a solução para esse problema acabou por ser deturpada de uma forma grotesca e aceita pela população que agora vê tanto os prédios multi-uso (como são denominadas essas construções) quanto no fechamento das ruas a panacéia para os seus medos. Contudo, o verdadeiro problema permanece que é a questão da segurança. Não é fechando ruas e construindo prédios multi-uso que iremos resolver os nossos problemas, basta olhar o noticiário que você verá que vários prédios de luxo foram assaltados bem como ruas cercadas; a solução do problema está no combate ao crime e no poder público garantir realmente a segurança de todos.
Prédios e ruas que limitam nossa circulação não servem para nos proteger, mas sim para nos enjaular dentro de casa, cerceando nossa liberdade e a entregando de bandeja aqueles que deveriam estar presos, mas que ganham as ruas e a nossa liberdade de brinde.
É lamentável.   

Clique aqui para assistir o vídeo

Nenhum comentário:

Postar um comentário