Pesquise No Blog

Loading

sábado, 13 de março de 2010

Aumento do gasto com ABIN

Em comparação com o orçamento do ano passado referente as despesas da ABIN, houve um aumento de quase 100% ou seja o mesmo chegou a quase o seu dobro. Contudo há de se prestar atenção em certas coisas... Nunca se viu, pelo menos nos últimos anos, a polícia federal fazer tantas prisões e desmantelar diversas quadrilhas quanto em qualquer outro mandato presidencial.
Pelo menos para mim esse aumento nas despesas se torna praticamente auto-justificável.



O governo federal praticamente dobrou, em termos reais, suas despesas com a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) de 2004 a 2009. Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo a partir de dados do Portal da Transparência corrigidos pelo IGP-DI mostra que o órgão custou aos cofres públicos, no ano passado, 98,78% reais a mais do que no segundo ano de gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em valores de dezembro de 2009, os gastos anuais da organização subiram de R$ 163.946.878,78 para R$ 325.897.952,10 no período. Isso incluiu investimentos acumulados de R$ 50.418.893.20, sobretudo em equipamentos e material permanente. Na administração federal iniciada em 2003, chefiada pelo PT, alvo da própria Abin no passado, a instituição atingiu cerca de 2 mil funcionários e chegou aos 26 Estados.

Não é possível saber muitos detalhes sobre a destinação do dinheiro da Abin - são despesas de natureza sigilosa. Uma parte considerável do aumento se deveu à área de pessoal, principalmente em virtude da implementação de plano de cargos, mas também por causa de contratações.

Também foram corrigidos pelo IGP-DI os gastos com "vencimentos e vantagens do pessoal civil" - que foram, no período, de R$ 77.033.591,30 para R$ 173.527.240,80 (mais 125,26%). As despesas com pensões foram de R$ 5.063.300,96 para R$ 11.869.818,28 (134,42% mais).

Nos cartões corporativos, a Abin teve em 2009 seu segundo ano com mais despesas. Gastou R$ 6.757.072,66, um aumento de 142,03% em relação a 2004, quando, em valores de dezembro passado, foram despendidos R$ 2.791.827,61. O auge desse tipo de gasto da Abin foi em 2007: R$ 12.610.714,16.

'Evolução'

A Abin reconhece o aumento real no orçamento da instituição, mas o atribui ao que chama de "processo de evolução e desenvolvimento do órgão em conformidade com as demandas do Estado e da sociedade".

"Em razão disso, a Abin aumentou o número de superintendências e subunidades de 12 em 1999 para 26 em 2010, criou adidâncias (postos de adido civil) no exterior, recebeu novos servidores por meio de concursos públicos em 2004 e 2008 e teve a implementação de um plano de carreiras e cargos em 2008, colocando a remuneração da carreira de inteligência em um patamar mais próximo da realidade de outras carreiras de Estado", informa a Abin, por meio de nota.

O texto também atribui a expansão de despesas, em parte, ao "aperfeiçoamento do parque tecnológico da Abin", "sobretudo visando ao papel da Agência na realização de grandes eventos no Brasil, como os Jogos Pan e Parapan-Americanos de 2007 no Rio de Janeiro". A nota destaca ainda que dados referentes aos salários dos funcionários da Abin podem ser obtidos no site www.servidor.gov.br.


Extraído de msn.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário