Pesquise No Blog

Loading

segunda-feira, 8 de março de 2010

"Surtos" de temporais castigam o RJ

Os temporais do último fim de semana no RJ causaram a morte de várias pessoas pelo Estado. Muito embora seja fruto da ocupação de encostas feitas de forma não planejada; a prefeitura, o Estado e até mesmo o governo federal poderiam pensar em um programa habitacional ou até mesmo em uma assistência técnica que auxiliasse a população na hora de construir suas residências para que fatalidades como essas não ocorram.

Ao menos 6 pessoas morreram soterradas em decorrência do forte temporal que atingiu o Rio de Janeiro e cidades vizinhas na noite de sábado, informou o Corpo de Bombeiros neste domingo.

A chuva começou por volta das 18h e só amenizou na madrugada de domingo. Segundo o Corpo de Bombeiros, no bairro de Anchieta, na periferia do Rio, uma mulher de 40 anos e a neta de apenas 3 morreram em um deslizamento de terra. Outras 6 pessoas ficaram feridas no deslizamento no bairro, entre elas uma criança de 1 ano.

Outras duas vítima morreram no desabamento de um prédio no morro do Escondidinho, na zona norte, e uma mulher ainda está desaparecida na comunidade desde o temporal.

A chuva forte também afetou o município vizinho de Niterói. Lá, uma mulher e uma criança morreram num desabamento na localidade de Cubango. Os dois assistiam a tevê quando foram surpreendidos pelo deslizamento. O pai da criança estava em outro cômodo e conseguiu escapar pela janela.

Além das vítimas, o temporal causou um série de transtornos no Rio. Ruas e avenidas ficaram alagadas dando um nó no trânsito da cidade. Muitas pessoas tiveram que abandonar carros e ônibus para tentar chegar a seus destinos. A circulação da linha 2 do metrô também foi afetada pelo temporal.

Em alguns pontos da zona sul, como Jardim Botânico e São Conrado, carros ficaram submersos. "Nunca vi a água subir tão rápido assim. Foi questão de menos de uma hora", disse a aposentada Tereza Oliveira.

A Defesa Civil está em estado de atenção uma vez que a previsão é de mais chuva nas próximas horas.

Extraído de msn.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário