Pesquise No Blog

Loading

quarta-feira, 7 de julho de 2010

As consequências da tragédia no NE

Os prejuízos causados pelas chuvas em Alagoas devem passar de R$ 1 bilhão, somados os danos materiais, ambientais, econômicos e sociais, segundo dados preliminares da Defesa Civil Estadual, com base nos relatórios de avaliação de danos produzidos pelas prefeituras dos municípios atingidos pelas enchentes. A Defesa Civil alagoana divulgará amanhã o valor total de prejuízos.


Entre os prejuízos materiais, calculados em torno de R$ 800 milhões, estão incluídos os danos provocados em cerca de 80 escolas públicas e mais de 45 unidades de saúde destruídas ou danificadas pelos temporais. Nos danos econômicos, contabilizados em mais de R$ 102 milhões, estão computados os prejuízos causados na agricultura, principalmente na lavoura de cana-de-açúcar e na produção de laranja lima, na região de União dos Palmares e Santana do Mundaú, segundo a Defesa Civil.


Os danos sociais, estimados em mais de R$ 32 milhões, incluem os prejuízos causados pelo desemprego nas cidades e no campo. Em Branquinha, a 69 quilômetros de Maceió, todas as lojas do comércio foram destruídas. Os prejuízos ambientais, calculados inicialmente em torno de R$ 23 milhões, devem dobrar ou triplicar de valor, de acordo com a Defesa Civil, com a incorporação dos danos causados às lagoas Mundaú e Manguaba.






Extraído de msn.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário