Pesquise No Blog

Loading

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Toda Ação Exige Uma Reação...

Depois de anos de negligência, tava demorando pro Estado tomar uma iniciativa contundente quanto a questão da moradia e da habitação urbana, para a baixa e média renda, no Estado com a compra de terrenos do Exército que serão utilizadas para construção de moradias.


Antes tarde do que nunca...

O governo do Rio de Janeiro finalizou ontem a compra de terrenos do Exército brasileiro em Niterói e São Gonçalo. As áreas serão usadas para a construção de casas do programa Minha Casa, Minha Vida, destinadas a famílias desabrigadas em razão das chuvas ocorridas no Estado no início do mês passado.

Um terceiro terreno foi adquirido para a construção da sede do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), ao lado do Complexo da Maré, entre a Avenida Brasil e a Linha Vermelha. Segundo o governo, foram investidos na aquisição dos imóveis R$ 45 milhões.

Foram adquiridas as áreas e instalações do 3º Batalhão de Infantaria (com 146 mil metros quadrados), em Venda da Cruz, município de São Gonçalo; do 19º Batalhão Logístico (com 41,8 mil metros quadrados), no bairro de Barreto, em Niterói; e do 24º Batalhão de Infantaria Blindado (com 209 mil metros quadrados), em Ramos, na zona norte do Rio.

Extraído de msn.com.br

Um comentário:

  1. Aparentemente foi uma boa ação. Mas se tratando de negociação política sempre paira uns problemas. Os políticos não se preocupam com as artes visuais, portanto são mal visto nas mídias. Não ficam muito tempo nos cargos, razão de pouco fazerem pelo povo, uma vez que precisam tratar de si e de seus familiares. O 3ºBI em São Gonçalo, tem palmeiras centenárias, uma galeria de arte, tudo bem, resolveu um problema, e o resto? (dane-se o povo, pois já estarão muito longe). Porquê não manter as artes, será bom para seus moradores.

    ResponderExcluir