Pesquise No Blog

Loading

sábado, 4 de setembro de 2010

Aumento no consumo de energia

Segundo pesquisas do IBGE, houve aumento do consumo de luz por pessoa, mesmo com certa queda mostrada em 2009 (ano da crise). Logicamente que este aumento se deve a algumas causas como investimentos do governo em infra-estrutura em programas como o luz para todos, além de investir em projetos como termo-elétricas e na construção de hidrelétricas (ainda continuo achando que o caminho é a energia solar...) e outro motivo consiste também no barateamento dos produtos eletro-eletrônicos, conforme o avançar das tecnologias, como televisores, computadores, aparelhos de DVD e afins; que refletem esse aumento no consumo de energia.




O consumo final de energia per capita (por pessoa) mostrou um crescimento de 32,69% de 1992 a 2009,   passando de 36,4 gigajoules (GJ) por habitante em 1992 para 48,3 GJ por habitante no ano passado. No entanto, em 2009, ano em que a economia foi mais afetada pela crise financeira mundial, o consumo final de energia sofreu uma pequena queda, de 3,4% em relação a 2008, mostrando consumo de 50,0 GJ por habitante. Os dados constam da pesquisa 'Indicadores de Desenvolvimento Sustentável', referente ao ano de 2010 e divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Na análise do instituto, o consumo final de energia no Brasil, em valores absolutos, é crescente ao longo do tempo. Mas no período de 1997 a 2002, o consumo per capita se estabiliza, oscilando ao redor de 45 GJ por habitante devido ao baixo crescimento da oferta interna de energia.
Ainda segundo o instituto, a partir de 2002 houve uma retomada no crescimento do consumo de energia per capita, devido ao aumento de investimentos em geração de energia, especialmente de térmicas a gás. A partir de 2006, houve uma aceleração no crescimento do consumo de energia, na avaliação do IBGE.




Extraído de msn.com.br
















Nenhum comentário:

Postar um comentário